Como usar: Estilo Francês

As francesas são famosas no mundo inteiro por seu estilo chique e clássico. Reconhecidas por imprimir um toque elegante em looks até mesmo simples, elas sabem como deixar qualquer peça com “cara de cara”. Então, vamos de francesas!

caroline-maigretCalça jeans: Sempre, em qualquer lugar, com qualquer coisa. Tire-a do seu armário e a parisiense se sentirá nua. Saiba mais: http://www.dicasdacarol.com.br/jeans-que-te-quero-meu/

O sapato masculino: Simplesmente porque sempre te disseram que esse sapato chique e sem salto não era feito para as meninase porque você tem o espírito rebelde. Esse, aliás, é a essência do seu estilo.

A bolsa: Não é um acessório, é sua casa, uma zona completa onde você acha tanto um trevo de quatro folha seco quanto uma conta de luz velha. E se ela é linda do lado de fora, é só para manter as aparências. E que ninguém ouse investigar o que tem dentro dela.

bolsas fO blazer preto: Aquela que dá um estilo elegante a um jeans meio sujo (o que você usa o tempo todo ), aquele que você vestenos dias que não quer fazer nenhum esforço para se vestir bem, sem que o desleixo seja evidente.

As sapatilhas: Devem ser o equivalente a um par de chinelos que você nunca comprariaq. Você não negocia entre confroto e elegancia. Para vocdê, é os dois ou nada. Audrey Hepburn nunca foi vista com um par de sandálias papete.

O lencinho de seda: Ele tem mais de uma função: Primeiro, confere um toque de cor a uma roupa escura, sem o risco de dar um passo fora da cadência na melodia da moda. Além disso,caso chova, você pode usá-lo para cobrir a cabeça, como Romy Schnneidder. E, às vezes, ele também serve para assoar o nariz da sua filha quando acabam os lenços de papel.

Tem mais aqui: http://www.dicasdacarol.com.br/como-usar-lencos/

Blazer_7A blusa branca: Ela é emblemática e atemporal. Leia: http://www.dicasdacarol.com.br/camisa-branca/

O trench coat: Sim, ele não te protege tanto do frio quanto a doudoune, aquele casaco acolchoado à la boneco Michelin. Mas quando vestimos uma doudoune temos a impressão de acrsscentar voluntariamente pneuzinhos a nossa cintura.

O cachecol enorme: Justamente porque você não tem uma doudoune. E graças a toda essa sua mise-en-scène, você acaba ficando com frio.

O casaco comprido por cima dos ombros: Você usa de manhã depois da resta, com ose estivesse enrolada em um edredom. Ele é macio como um ursinho de pelúcia, aconchegante como um ansiolítico, amplo como um biombo. Para os dias em que estamos de mal com o nosso quadril.

Casaco-no-ombro-1Os óculos escuros básicos e enormes: Todos os dias, mesmo quando está chovendo, pois sempre há um bom motivo para usá-los: muita luminosidade, ressaca, choradeira, vontade de criar um ar de mistério…

A blusa larga: Você sempre abre um botão a mais e a deixa um pouco solta para que não fique com ar sério demais. Em geral, você pegou emprestado do seu namorado, não devolverá nunca mais, e a usará mesmo quando, um dia, estiver nos braços de outro homem. Porque o amor passa, enquanto algumas modas perduram.

A camisetinha simples que custa caro: A contradição guia a sua vida como a liberdade guia o povo. Você aceita ceder aos modismos mais populares, mas sem abrir mão totalmente do toque de luxo. Por isso você passa horas procurando a camiseta ideal cuja malha fina e um pouco transparente criará o efeito de uma caxemira.

girlsGostou? Então crie o seu estilo!

FONTE: “Como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo.”

 

 

3 Comments

Add Yours
  1. 1
    Anamaria

    Obrigada, sim, por isso eu disse que esse estilo está em todo lugar, até mesmo na Turquia, Grécia.
    É a globalização.
    Certa vez, no interior da Noruega, comprei um lindo sapatinho invernal para minha mãe, algo que imaginava bem exclusivo. Ao entregar, ela se espantou e me mostrou um praticamente idêntico, comprado aqui mesmo em Belo Horizonte, de diferente um detalhe na cor.
    Comigo aconteceu de estar com uma gargantilha de pedras coloridas. Vi na Suécia uma sueca com um pingente com as mesmas pedras, um pouco maior que o meu, ou seja, vieram da mesma fábrica.
    Hoje praticamente não compro nada nas viagens, aqui tem tudo. A não ser cremes, perfumes.

  2. 2
    Anamaria

    Gostei da primeira foto da última coluna de fotos: casaco bege/calça skini vinho,écharpe marinho.
    Casaco jogado nas costas não me pega, longe de ser confortável, fora a impressão de que vai cair.
    Ah, que bobagem é essa de chamar mulheres adultas de meninas,aff
    E por fim, as roupas mostradas são usadas em qq lugar, nada a ver chamá-las de parisiense. Estão por todo lado.

    • 3
      Carol Meyer

      Ei Ana, tudo bem? O texto é de um livro chamado “Como ser uma parisiense em qualquer lugar ” e é claro que esse estilo está por todo lado, pois a moda e a elegância da mulher de Paris é referência. Estive lá em abril e posso garantir que é bem assim, até mesmo o casaquinho nos ombros parece fácil! Obrigada pelo comentário, grande abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *