Descobrindo: Ana Paula Coelho

Conheci essa fera em uma manhã em que proferimos palestras tanto sobre imagem pessoal quanto mídias sociais e aprendi MUITO com essa garota. Como ela mudou a minha percepção de várias coisas, simplesmente precisava trazer todo esse talento para vocês. Descubra, siga, leia…Com vocês, Ana Paula Coelho!

ana paula coelho

Gosto sempre de saber a formação dos meus entrevistados aqui no para mostrar que todo sucesso tem um começo. Qual a sua?

Sou publicitária especialista em marketing digital, me formei em publicidade e propaganda pelo UNIBH e fiz um MBA em Gestão Empreendedora em Marketing digital no B.I. International. Comecei a me interessar por publicidade na internet quando tinha 16 anos e vi pela primeira vez um banner pop-up em um site.

Como um empreendedor faz para saber em qual mídia investir?

Conhecendo profundamente o comportamento do seu público-alvo. Quais as Mídias Sociais que seus clientes e prospects (potenciais clientes) mais usam? Quais sites, blogs acessam? Isso que define onde o investimento (de tempo ou dinheiro) deve ser feito.

Para conhecer seu público o pequeno empreendedor pode usar o Google para fazer pesquisas de dados secundários (ou seja: pesquisas que outras empresas já fizeram sobre um público e que estejam disponíveis para consulta pública) e pode também usar seu mailing de clientes e realizar pesquisa de dados primários, usando os formulários do Google ou sites de elaboração de pesquisa online, como a Opinion Box.

Uma vez que tem esses dados em mãos, ele parte para agregar seus próprios conhecimentos sobre o público, como o mapa da empatia e a elaboração de uma buyer persona: um personagem semi-ficcional que representa o público-alvo. É a partir dele que as decisões de quanto, onde e como investir devem ser feitas. Sem saber quem é seu público e como ele se comporta na internet, qualquer decisão pode ser um esforço desperdiçado.

eu e anaComprar ou não comprar likes?

Jamais se deve pagar para aplicativos, sites, robôs ou outras pessoas para conseguir um número maior de likes, seguidores ou fãs. Aumentar sua base de seguidores de formas automáticas, não orgânicas, é um tiro no pé. Quanto maior o número de seguidores, menor o alcance orgânico (ou seja, a porcentagem de pessoas que segue a marca que vê em sua timeline as publicações que essa marca faz). O objetivo de estar em mídias sociais, para uma marca, deve ser gerar conversas, gerar envolvimento, interações. Quanto maior o envolvimento, maior o alcance orgânico. O Facebook e o Instagram já detectam robôs que geram seguidores de forma automática ou mesmo que geram interações automáticas e pode chegar a suspender ou até deletar completamente, sem aviso prévio uma página de uma marca que esteja descumprindo suas regras e gerando interações falsas na ferramenta.

E onde as pessoas te encontram?

Podem acessar meu site: www.aindaquetardia.com.br ou o site do GUAJA, onde acontecem meus cursos e onde publico mensalmente dicas sobre marketing digital: www.guaja.cc/membro/anapaulacoelho

midias