Descobrindo: Sérgio Figueiredo – Su Casa

Conheci o Sérgio pelas esquinas do Face logo nos tornamos amigos. Conversa vai, conversa vem, fui convidada para conhecer o seu restaurante e me encantei! O Su Casa é aconchegante, descolado e os pratos são verdadeiras obras de arte…Vale a pena conhecer!

sfSérgio, primeiro gostaria de saber mais sobre a sua formação.

Sou formado em técnico de administração pela Fundação Torino e fiz faculdade de administração e marketing, mas no meio do caminho eu parei de estudar e foquei nos negócios. Infelizmente não tive a chance de completar uma graduação, mas é claro que essas duas áreas me ajudaram nos meus empreendimentos. Mas meu forte mesmo sempre foi cozinhar.

-E como aconteceu a culinária na sua vida?

A culinária é presente na minha vida pela questão familiar. Meu tio foi dono de restaurante aqui em BH  e como minha família é do interior, tinha muita tradição com as artes dps sabores e simplesmente caiu no colo. Meu tio é um exímio chefe e minha vó tinha receitas deliciosas. Foi natural e acabei estudando por conta própria. Adoro experimentar, inovar e deu certo.

sf1-Você teve um outro restaurante antes do Su Casa que não deu muito certo e há  meses está com essa novidade. Como foi o começo?

O Su Casa, na verdade, começou quando eu conheci meu sócio, o Flávio, pois fazíamos os preparos de um projeto social ao lado. Ele tinha um restaurante japonês que fechou e me convidou para começar um projeto com ele. E aí criamos o Su Casa, que nada mais é do que um restaurante como uma extensão da nossa casa, gostoso, em que a comida tem memória degustativa. Quando o restaurante que ficava no local fechou vi a oportunidade perfeita. Nos unimos ao Thiago e montamos o Su Casa de sopetão. E tem dado certo!  Hoje, além de várias entrevistas em jornais e revistas em Minas, estamos na Casa Cor com a Cozinha Inusitada. Em paralelo, estamos reformando a cozinha do Su Casa para expandir os negócios. Acredito que estamos no caminho certo.

sf2-Qual o diferencial do Su Casa?

O grande diferencial é a questão dos preços. Temos uma ótima gastronomia com o Thiago Chericatti, difusor da arte food, considerado um dos maiores nomes e conseguimos trabalhar com  preços justos. Além do ambiente, sempre com boa música, primamos pelo atendimento, custo benefício e boa comida. A arte foodie  do chef Thiago Chiericatti é um convite para os olhos e o paladar. Defendo sempre que um bom jantar, acompanhado de um belo vinho, pode ter um preço razoável e agradar a todos. Esse é o nosso conceito. Não precisamos ir a um restaurante e deixar o salário todo!

thiago_1_formato_destaque-Você tem também um projeto social que mostra o lado do empreendedor que pensa na comunidade. Acredito que todos deveriam ter esse compromisso. Como é o seu?

Os “Chefes do Bem” é uma rede solidária, não é um projeto físico, onde reunimos vários chefes para fazerem eventos beneficentes. Por exemplo: Em um determinada data, fazemos uma feijoada, vendemos os ingressos  e a renda é destinada a algumas instituições, mas focado na melhoria da cozinha de creches e escolas carentes. Nem sempre pensamos em incrementar a cozinha, mas o bom funcionamento dela é essencial para a saúde das crianças e idosos. Vale muito a pena!

sf3

Ficou com água na boca? Bora conhecer o Su Casa!

Anota aí:

Rua Grão Mogol, 1245 – Sion/BH
Info e Reservas | 31 3318 1206

Você ouve a entrevista aqui: http://inconfidencia.mg.gov.br/modules/debaser/singlefile.php?id=13589

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *