Instituto Avon promove ações para os 21 dias de ativismo pelo fim da violência contra mulheres e meninas

O objetivo é tornar o enfrentamento da violência contra mulheres um hábito nesses 21 dias de ativismo e promover uma discussão sobre como tratar assuntos e temas importantes para a construção de relacionamentos saudáveis.

No último dia 20 de novembro, o Instituto Avon lançou sua campanha “21 dias de ativismo pelo fim da violência contra mulheres e meninas”. O início da campanha – também conhecido como período laranja – tem como marco o Dia da Consciência Negra, para lembrar que mulheres negras sofrem violências por serem mulheres e por serem negras , e vai até o dia 10 de dezembro, quando é celebrado o Dia Internacional dos Direitos Humanos.

Durante os 21 dias, o principal objetivo do Instituto é tornar o enfrentamento das violências contra as mulheres um hábito. Para isso, foram desenvolvidas ações com foco na mobilização da sociedade e empresas para rever atitudes do cotidiano que levam ao desrespeito contra as mulheres.

Uma das iniciativas desenvolvidas pelo Instituto Avon visa engajar as empresas signatárias da Coalizão Empresarial pelo Fim da Violência contra Mulheres e Meninas, lançada no último agosto, em ações de comunicação interna e externa, para aumentar a conscientização, conhecimento e informação para que colaboradores(as) saibam reconhecer e o que fazer diante das violências sofridas por mulheres e meninas. O conceito da campanha é “Entre sem Bater. Violência contra mulher é da nossa conta”, para mostrar a urgência do tema e incentivar que homens e mulheres tomem uma atitude ao presenciar ou conviver com uma mulher que sofre agressão.

Para conversar com o público masculino, fundamental no enfrentamento às violências contra mulheres, o Instituto convidou as plataformas Papo de Homem e Quebrando Tabu para desenvolver vídeos para dialogar com pessoas indiferentes ou resistentes ao tema violência contra as mulheres. O primeiro vídeo será divulgado na primeira semana de dezembro com o tema #PaixãoSemViolência para lembrarmos que futebol é a cara do Brasil e que nenhuma violência pode estragar essa paixão nacional.

Mafoane Odara, gerente do Instituto Avon, ressalta que “mais do que falar sobre a violência contra mulheres e meninas durante todo o ano, com reconhecimento de projetos que são voltados ao cuidados e suporte às mulheres que sofrem violência e a disseminação de conteúdos sobre o tema, é necessário agir e fazer um chamado à parceiros, sociedade civil, órgãos públicos e privados, para que o enfrentamento da violência seja um hábito, e assim, menos mulheres sejam submetidas à essa situação.”

Já para Daniela Grelin, diretora executiva do Instituto Avon, “os 21 dias de ativismo são uma janela de oportunidade para ampliar a conscientização sobre o papel de cada um de nós no enfrentamento às violências contra mulheres e meninas, a começar pela força de vendas da Avon. São mais de 1 milhão de revendedoras pelo Brasil, com um engajamento que alcança todos os municípios brasileiros.”

O período Laranja é mundialmente conhecido como 16 dias de ativismo, tendo seu início em 25 de novembro, quando é comemorado o Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres. A primeira mobilização aconteceu em 1991, organizado pela Organização Mundial das Nações Unidas, para engajar toda a população na discussão de temas relacionados às violências contra Mulheres. No Brasil, esse período foi ampliado para 21 dias, começando em 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, para abordar a discussão e procurar soluções para os altos índices de violência contra a mulher negra.

Sobre o Instituto Avon

Há 16 anos, o Instituto Avon se dedica em salvar vidas e é por isso que apoia e desenvolve ações que tenham em sua essência a premissa de superar dois dos principais desafios à plena realização da mulher: o combate ao câncer de mama e o enfrentamento das violências contra as mulheres e meninas. Ano após ano, o trabalho do instituto tem contado com parcerias importantes e a colaboração e dedicação de muitas pessoas e organizações para fazer com que, a cada dia, mais pessoas recebam informações sobre as causas e saibam como agir. Como braço de investimento social da Avon, empresa privada que investiu mais de 170 milhões em ações sociais voltadas às mulheres no Brasil, o Instituto já apoiou a realização de mais de 350 projetos e ações, beneficiando 5,7 milhões de mulheres.

Desde a fundação, o Instituto desenvolve iniciativas que contribuem com a detecção precoce do câncer de mama. No total, foram investidos R$ 86 milhões para o desenvolvimento de 161 projetos e doação de 51 mamógrafos e 32 aparelhos de ultrassom. Por meio destas doações, mais de 2.3 milhões de mamografias e 471 mil ultrassonografias de mama foram realizadas e 38.5 mil diagnósticos positivos feitos.

Violências contra as mulheres e meninas

No enfrentamento das violências contra as mulheres e meninas, o Instituto Avon atua há 11 anos e já destinou R$ 34 milhões para 193 projetos voltados ao fortalecimento e integração da rede de proteção à mulher em situação de violência. Só em 2018, contribuiu com a formação de mais de 4 mil agentes públicos (policiais, ouvidores, juízes, e agentes de saúde), possibilitou que mais de 7 mil advogados e terapeutas passassem a oferecer serviços gratuitos à população por meio do Mapa do Acolhimento e 10 mil atendimentos online pelo aplicativo Mete a Colher.

Para cumprir com a missão de mobilização da sociedade, as iniciativas do Instituto se dividem em quatro grandes pilares de atuação: Conhecimento, Articulação, Apoio a Projetos e Engajamento e Impacto. Mas, o grande diferencial da organização sem fins lucrativos para a concretização de seus projetos e ações é a capacidade de articulação de diferentes stakeholders, como empresas públicas e privadas, funcionários, ONGs, movimentos sociais, organismos internacionais e órgãos públicos de todas as esferas. Além disso, o Instituto conta ainda com a força de vendas Avon, composta por mais de um milhão de revendedoras, que disseminam conhecimento sobre as causas e atuam como rastreadoras de necessidades específicas de atendimento da população em suas respectivas comunidades.

Essa capilaridade e abrangência permitem ao Instituto Avon estar presente em 100% dos municípios brasileiros. Quer saber mais? Acesse nossa rede:

https://www.institutoavon.org.br

Facebook: InstitutoAvonOficial

Instagram: @InstitutoAvon

Youtube: Instituto Avon

Deixe uma resposta