“Pés negros nas estrelas, com olhos de jabuticabas” chega a BH no dia 10

O projeto Solo Negro realiza sua terceira edição, em 2018, com a peça “Pés Negros nas Estrelas, com Olhos de Jabuticabas”. Em cena, a atriz Cyda Moreno incorpora a Mãe Preta, uma preta velha centenária no breu da noite em busca de estrelas cadentes, que resgata o prazer de contar histórias. Com um vasto acervo de lembranças, a Mãe Preta de Cyda Moreno arrebata a plateia com histórias de liberdade, sonhos, lendas e encantamentos. O espetáculo será no dia 10 de novembro, sábado, às 21h, no Espaço Cultural Tambor Mineiro (Rua Ituiutaba, 339 – Prado/BH), com ingressos a R$ 20 (inteira).

Pés Negros nas Estrelas 3 - crédito Robson MaiaEm pleno mês da Consciência Negra, celebrada no dia 20 de novembro, quando se faz homenagem a Zumbi dos Palmares, que foi morto nesta data em 1695, “Pés Negros Nas Estrelas” resgata a memória da população brasileira e afro descendente, narrando fatos da nossa história que não estão presentes nos livros didáticos, ressaltando a importância da comunidade afro descendente na formação sócio político e cultural do Brasil. É também um reviver da contação de histórias, como fazem os Griots, os contadores de histórias africanos, respeitados pelos mais jovens por sua experiência e por ajudarem a preservar a memória e a tradição de um povo.

Cyda Moreno é atriz e mestre em Artes Cênicas pela UNIRIO-RJ. Começou sua carreira em Belo Horizonte em 1982. Em São Paulo, ingressou no CPT, Centro de Pesquisas Teatrais, dirigido por Antunes Filho, atuando nos projetos Xica Da Silva e Macunaíma. No Grupo de Arte Boi voador, dirigido por Ulysses Cruz, participou de várias montagens, com destaque para Corpo De Baile (com o ator Alexandre Borges), Pantaleão e as visitadoras, e El Sr. Presidente. Com o grupo Boi voador, excursionou pela Europa, Colômbia e capitais brasileiras. No Rio de Janeiro participou da fundação da Cia black & preto, ao lado de Luiz Antônio Pilar e Ilea Ferraz, produzindo varios espetáculos. Atuou em Noel O Feitiço Da Vila (ao lado de Marcelo Serrado), Anjo Negro, de Nélson Rodrigues (com Beth Mendes), A Serpente (com Débora Falabella) e A Hora E Vez De Augusto Matraga (com Vladimir Brichta). Fez várias participações na TV GLOBO, (A Padroeira, Anjo Mau, Chiquinha Gonzaga, Malhação, A Grande Família, A Diarista, Sítio Do Pica Pau Amarelo e no seriado Mulher). No cinema, atuou em Amor & Cia, Navalha Na Carne, Uma Onda No Ar E Filhas Do Vento. Leciona teatro desde 1988.

Pés Negros nas Estrelas 1 - crédito Robson MaiaSolo Negro

Solo Negro consiste na realização de espetáculos de artes cênicas que dialoguem com a cultura afro-brasileira contemporânea ou tradicional e que tenham um formato solo, ou reduzido, formado por artistas negros. O projeto tem o patrocínio do Instituto Unimed-BH.

Instituto Unimed-BH – 15 Anos

O Instituto Unimed-BH, agente de responsabilidade social da Cooperativa, comemora 15 anos de presença na cidade, realizando projetos sociais locais e levando mais cultura para toda a população. Os projetos desenvolvidos têm foco em cinco diretrizes: Comunidade, Meio ambiente, Voluntariado, Adoção de espaços públicos e Cultura.

 

SERVIÇO

Projeto Solo Negro apresenta: “Pés Negros nas Estrelas, com Olhos de Jabuticabas”

Data: 10/11 (sábado) / Horário: 21h

Local: Espaço Cultural Tambor Mineiro – Rua Ituiutaba, 339 | Prado

Ingressos: R$ 20 (inteira) / R$10 (meia-entrada)

Mais informações: 3295-4149

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *