A fatura do cartão chegou e você percebeu o quanto abusou das compras na internet? Bem vinda ao clube, amiga! Com a quarentena, todas nos rendemos às tentações dos cliques fáceis e a alegria de esperar novos produtos chegarem. Mas, como todo cartão tem limite, é melhor ficar atenta a essas dicas para continuar comprando sem perder o controle! 

Comprar é o verbo preferido de todas as mulheres, principalmente quando conjugado no presente. E nessa época de liquidação e pandemia, vivemos em estado de êxtase. Todas a roupas são lindas, baratas e absolutamente usáveis. Mas não é bem assim. Jogar dinheiro fora e encostar uma roupa não são atitudes inteligentes e nem politicamente corretas. Em um mundo que luta contra o desperdício e o consumo exagerado, podemos seguir certas regras para não cair em tentação…Amém!

1 – NUNCA compre uma roupa que não lhe sirva perfeitamente. Como não podemos provar quase nada nas lojas físicas, fique atenta também quando for comprar nas lojas virtuais. A grande maioria tem uma tabela de medidas e, se você seguir direitinho, com certeza não vai se arrepender!

2 – SAIBA aquilo que você tem no guarda roupas e o que pode vir a precisar. Conjugue peças, revire gavetas, dê uma geral em tudo o que você já tem. Comprar algo que destoe completamente do resto vai implicar em mais compras, como bolsas, sapatos, calças…

3 – DESCUBRA o seu estilo. Se você adora uma calça jeans e nem se lembra de qual foi a última vez que usou uma sainha evasê, não vai ser agora, só por que ela está a preço de banana ( dependendo da banana ) que você vai cair de amores por ela. Isso vale também para sapatos e bolsas. Se você não sabe subir no salto, melhor nem arriscar!

4 – ILUMINE seu rosto. Escolha sempre blusas e acessórios que dão um up no visual. Tons claros, cores vibrantes, pérolas, dourados, estampas florais alegram e combinam com quase tudo. Se sentir bem com uma roupa é sempre o melhor investimento.

5 – FUJA dos modismos. A moda é sazonal e aprisiona os estilos. Saiba o seu, o que você pode e não pode usar e monte o seu guarda roupas baseado nisso. Quanto mais clássica e clean for uma peça, mais tempo ela dura e mais combinações ela permite. Calças jeans escuras e retas, camisas brancas, scarpins e belos acessórios são sempre ótimos investimentos!

6 – FIQUE ESPERTA: Comprar botas e casacos no verão e roupas leves e biquínis no inverno é sempre a melhor opção. A demanda é o que faz o preço, portanto programe-se e fique atenta. Quer economizar ainda mais? Acesse o site da Cupom Válido e garanta o seu desconto nas melhores lojas do país, desde descontos na C&A e Renner até cupons no Aliexpress!

7 – NAMORE. Mesmo nas liquidações, vale olhar e pensar mais de uma vez antes de comprar uma roupa. Respire um pouco, leia um livro, FAÇA AS CONTAS…Mas se a tal peça não lhe sai da cabeça e depois de tudo isso você jura que realmente vale a pena…Compre!

8 – PESQUISE: Hoje em dia tá muito mais fácil comparar preços e peças. Com apenas alguns cliques você entra em vários sites e confere valores e prazos, se for o caso. Às vezes a diferença pode chegar a quase 70%, vale a pena!

9PENSE:  Nem sempre parcelar uma roupa vale a pena, mesmo que não incida juros e o valor seja dividido em mil vezes. Com todas as incertezas da economia, infelizmente não dá para prever muito o futuro e garantir que você terá a mesma renda daqui a alguns meses. Na dúvida, compre menos e pague à vista!

10  – SURTE! Como toda regra tem exceção, vale uma extravagância de vez em quando. Um vestido maravilhoso, aquela sandália poderosa, uma bolsa de couro eterna. Culpe a TPM, a pressão do chefe ou diga apenas: Eu mereço!

SUPER DICA: Nunca deixe de pagar o total do seu cartão de crédito – os juros sobre o valor mínimo são altíssimos – e jamais deixa contas ou compromissos fixos atrasarem por conta da vaidade de ter um blusinha nova. Primeiro a obrigação, baby!

Boas compras!