Rappi e ONG Gerando Falcões arrecadam mais de 400 mil reais para pessoas de comunidades carentes

Em apenas 10 dias, mais de 2.400 mil pessoas doaram “cestas básicas digitais” por meio do botão no superapp

Unindo forças no combate a fome, a Rappi e a ONG Gerando Falcões lançaram um botão dentro do superapp para arrecadar “cestas básicas digitais” para pessoas que vivem em comunidades carentes. Em 10 dias de ação, foram arrecadados mais de 400 mil reais, montante que representa 8 mil cestas básicas digitais distribuídas para comunidades carentes por todo país.

Mais de 2.400 pessoas doaram valores que vão de R﹩ 5 a R﹩ 10.000, revertidos integralmente para a ONG Gerando Falcões. “Estamos extremamente contentes com o resultado da ação e queremos alcançar ainda mais doações para essas famílias. Em um momento tão crítico como o que estamos vivendo, é incrível ver a mobilização dos nossos usuários para ajudar”, explica Sergio Saraiva, presidente da Rappi no Brasil.

Para mais informações, acesse o site: gerandofalcoes.com/coronanoparedao e para doações baixe o aplicativo da Rappi e entre no botão Doe Agora, na home do app.

Ainda mais solidariedade em tempos de pandemia

Além das doações por meio do botão, a Rappi identificou aumento de 50% no percentual de pessoas dando gorjeta aos entregadores parceiros, principalmente aos finais de semana. Os valores, na média, cresceram 80% e mais pessoas estão dando acima de 5 reais – na opção “outro valor”. Além disso, identificamos semanas que 50% dos pedidos possuem gorjetas.

Sobre a Rappi

A Rappi é um superaplicativo que resolve a vida de seus usuários ao oferecer a eles uma plataforma única para suas necessidades e desejos diários. A startup, criada em 2015, chegou ao Brasil em julho de 2017 e já está presente em mais de 60 cidades brasileiras. Por meio do aplicativo é possível conseguir produtos e serviços de diferentes categorias, incluindo restaurantes, supermercados, farmácias, manicure, dogwalker, entre outros. Além do Brasil, a Rappi está presente na Argentina, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, México, Peru e Uruguai.